Parceria Educa Virtual e Beto Silveira


Beto Silveira
O fazedor de milagres

 A Arte de Atuar e Viver Sem Máscaras

Um dos maiores preparadores de atores do Brasil utilizou o estúdio de gravação do portal Educa Virtual (www.educavirtual.com.br) para um workshop sobre interpretação, voltado para atores, músicos, cantores, interessados em autoconhecimento e aprimoramento pessoal.

Durante o curso que aconteceu de 14 a 16 de setembro, Beto Silveira falou da importância da pesquisa e do autoconhecimento para a carreira do artista. Segundo o professor, “um grande ator é aquele que imprime a sua personalidade em um personagem”. Como alcançar essas qualidades através de exercícios práticos com o uso consciente da imaginação é o grande diferencial do método desenvolvido pelo mestre.

Totalmente prático, trabalhando a imaginação como fator do comportamento humano, ele usa técnicas de imaginação profunda, ruptura da postura física, improvisação (jogo das razões), relacionamento cênico, atitude e o ouvir e o perceber: “Eu mesmo, vivenciando a circunstância proposta”.

Beto Silveira propõe, entre outras práticas, exercícios de improvisação e técnicas de imaginação profunda, o grande diferencial de seu trabalho, fazendo com que os participantes enxerguem dentro de si e se reconheçam sem precisar usar máscaras sociais e emocionais como artifícios. O trabalho é focado na arte de interpretar, proporcionando um mergulho no universo da atuação. O método de direção de Beto Silveira consiste no domínio emocional e no autoconhecimento.

Beto ministrou aulas em diversas escolas de São Paulo, foi o mais jovem diretor da EAD/USP onde deu aula por nove anos, e lecionou em cidades de todo o Brasil e outros países, como França e Suíça. Representou o Brasil no Fórum Internacional de Teatro, na Unesco, em Madrid.

Conhecido como “fabricante de estrelas”, “fazedor de milagres”, “alquimista de talentos”, “porta de entrada da Globo”, “transformador de modelo em ator”, Beto é mais do que isso. Trata-se de um tecedor de sonhos. Professor de interpretação, já transformou em realidade o sonho do ator Fábio Assunção, Ana Paula Arósio, Débora Evelyn, Débora Secco, Marcelo Serrado, Paulo Gorgulho, Stephany Brito, Lilia Cabral, Marisa Orth, Otávio Mesquita, Eliana, Ana Maria Braga e Leonardo, entre outros.

Na televisão implantou, ao lado de Cécil Thiré, a Oficina de Atores da Rede Globo, dirigiu a minissérie Memórias de um Gigolô, junto com Walter Avancini, além de assessorar o trabalho de interpretação de muitos atores em diversas novelas e minisséries em emissoras de todo o país. Atualmente coordena o Studio Beto Silveira, que é frequentado por mais de 500 alunos anualmente, e realiza workshops de interpretação em várias cidades do país.

Para Ana Paula Arósio, “o Beto é um diretor muito gentil e paternal com atores iniciantes. Isso gera grande confiança e estímulo para o aprendizado. Com olho clínico, ele faz aflorar o ator que existe no interior de cada pessoa”.

 

Anúncios